Diário de gravidez: Estar grávida é...

Com a chegada da maternidade, as mudanças no corpo e no espírito são muitas. Cada mulher sente e reage a gestação de maneiras diferentes. Às vezes são os hormônios, outras as inseguranças, nada fora do comum. Afinal a chegada de um filho muda a vida para sempre. E essas mudanças não são apenas externas, muitas ficam internalizadas, junto com as nossas ideias e pensamentos. Enfim, de uns dias para cá me deparei pensando em algumas coisas que se tornaram diferentes graças à gravidez. Acredite, a ideia para esse post surgiu durante a madrugada, quando me peguei fazendo listas de tudo quanto é coisa. Ai ai, coisas da maternidade. Para exemplificar essas mudancas segue a lista que elaborei.

 Estar grávida é:

1. Passar os primeiros três meses da gravidez enjoando de tudo, até do marido.
2. Passar os demais meses da gravidez com uma fome de leão.
3. Vencer o frio e a preguiça de passar hidratante na barriga mais do que uma vez ao dia.
4. Acordar de madrugada e não conseguir mais dormir.
5. Acordar de madrugada com fome e não conseguir mais dormir.
6. Fazer xixi a cada 5 minutos.
7. Sentir muita sede, principalmente antes de dormir e por isso, levantar 389 vezes para ir ao banheiro de noite.
8. Desejar dormir a tarde toda.
9. Ficar na dúvida sobre qual cor de parede escolher para o quarto do bebê.
10. Se apavorar com a quantidade de itens necessários em cada lista de enxoval encontrada.
11. Ficar em dúvida sobre qual berço comprar: desmontável ou madeira?
12. Pedir conselhos para outras mães.
13. Se tornar uma fábrica de gases.
14. Lidar com as mudanças bruscas de humor.
15. Imaginar a Pimenta comendo a papinha do Benício e ele comendo a ração da Pimenta.
16. Estufar a barriga com orgulho para que todos vejam que você esta esperando um baby.
17. A cada mexida do bebê, se sentir em um filme de ficção científica.
18. Pensar que com o meu filho as coisas vão ser diferentes.
19. Lembrar da sua mãe infinitas vezes e deseja-la por perto.
20. Lembrar da sua infância e das coisas que realmente te deixavam feliz.
21. Ficar estressada porque nenhuma de suas roupas cabem em ti.
22. Acreditar que as marcar de roupas para gestantes fizeram um complô para que se sinta feia, redonda e nada atraente.
23. Desejar uma taça de vinho e só ficar no desejo.
24. Ter vontade de fazer um ultrassom por semana para ter certeza de que esta tudo bem com o bebê, apesar de não ter motivos para duvidar do contrário.
25. Babar em cada foto de recém nascido.
26. Se preparar psicologicamente para as noites mal dormidas e para as mudanças quem virão.
27. Se perguntar algumas vezes se você vai dar conta do recado.
28. Desejar ser para o seu filho, pelo menos a metade do que a sua mãe foi para ti.
29. Pensar nas coisas e valores que quer ensinar à ele.
30. Sonhar com o seu sorriso e com a cor de seus olhos.
31. Se imaginar brincando, jogando bola, trocando fralda, apresentando o mundo para uma pessoa que vai se tornar o seu mundo.

Talvez essa lista aumente com o tempo, sinto que ainda vou fazer a parte II. Pode ser que ela seja um pouco diferente para cada mãe. Que tal participar da brincar e escrever um comentário completando a frase: Estar grávida é... Nem preciso dizer o quanto pode ser divertido pensar no assunto e no quanto ficarei contente em ler outros pontos de vistas.



Obrigada pela visita!

Postar um comentário