A celebração do Día de los Muertos no México

Conforme postei aqui, o Día de los Muertos é considerado a tradição mais representativa da cultura mexicana. Essa celebração acontece em 1 de novembro, data dedicada a alma das crianças e 2 de novembro, dedicada aos adultos. A origem da festividade é anterior a chegada dos espanhóis. Há registros de celebrações nas culturas indígenas como: mexica, maya, purépecha e totonaca. Os rituais que celebram a vida dos ancestrais se realizavam nestas civilizações a pelo menos três mil anos. Na era pré - hispânica era comum a prática da conservação de crânios como troféu e eles eram mostrados durante os rituais que simbolizavam a morte e o renascimento. Inicialmente a comemoração acontecia durante todo o mês de agosto. Com a chegada dos espanhóis e na tentativa de catolizaram os índios a celebração passou a ser realizada em 1 e 2 de novembro, coincidindo com o dia de finados


Para os mexicanos a pior coisa que pode acontecer para alguém depois da morte é ser esquecido. Por isso, celebram seus antepassados com festa, música e alegria, tudo com muita seriedade e respeito. Essa é a melhor forma de honrá-los e manter viva a memória deles. Que tal conhecer um pouco sobre essa tradição?

 

● Oferendas de boas vindas
De acordo com a crença popular, as almas dos seres queridos que se foram voltam a terra para nos visitar durante o Día de los Muertos. Por esse motivo, os recebem com uma oferenda com a sua comida e bebida favorita, além de frutas, caveiras de açúcar e se for o caso, brinquedo para as crianças. Não faltam fotografias dos entes falecidos e cravos amarelos para celebrar a data.

● Visita ao cemitério

Uma parte importante dessa tradição consiste em visitar os cemitérios. Seja durante o dia ou a noite, as famílias levam velas e ascendem sobre as tumbas como uma forma de iluminar o caminho das almas para seu regresso à casa. Muitos dormem nos panteones que ficam 24 horas abertos durante essas datas. Outros contratam grupos musicais que interpretam as canções preferidas dos defuntos ao pé de sua sepultura.


● O humor do mexicano e a morte
No México a morte é vista com um olhar peculiar. Os mexicanos utilizam da sátira para tirrar sarro dela. Um exemplo disso é a popular "Catrina": uma caveira vestida com diferentes roupas e acessórios para mostrar a representação da morte no cotidiano das pessoas.
 

● As "calaveras" literárias
Durante a celebração do Día de los Muertos, as caveiras doce não são as únicas protagonistas. A cultura mexicana encontra diversos meios de expressão para mostrar seu sentimento por essa tradição. Entre as mais populares estão as famosas calaveras literárias, que nada mais são do que versos rimados que ironizam situações de personagens populares e impopulares usando a morte como tema para fazer humor. Cada ano essa atividade cultural é promovida através de concursos onde se premia a criatividade e a astúcia das composições.




● O pan de muerto
Algo que não pode faltar em cada jantar e oferenda é o pão de morto que é encontrado em diferentes estilos e formas. O mais popular é redondo, coberto de açúcar cristalizado branco ou vermelho, com tiras que lembram ossos. Também se pode encontrar esse pão em forma de esqueletos e animais. Os ingredientes podem variar dependendo da região. Aqui em Monterrey tem gosto de sonho com uma pitada de canela.


E para encerrar o post, algumas pequenas curiosidades.


A cor da morte no México pré - hispânico é o amarelo. Por isso o cravo é utilizado tradicionalmente para enfeitar os altares e as oferendas no Día de los Muertos.
Em algumas regiões do estado de Michoacán as crianças são encarregadas de ficarem no cemitério no dia primeiro de novembro.


A adaptação cultural que se fez para o popular "Trick or treat" mudou no México para "Me dá minha caverinha?". Em Monterrey só escutei "Queremos Halloween".

The Walt Disney Company anunciou em 2012 que trabalha em um filme de animação com a temática do Día de los Muertos e nesse ano tentou patentear o nome "Día de los Muertos" para comercializar o filme, jogos e até alimentos. Os mexicanos não gostaram nada dessa ideia e a Disney acabou desistindo disso dias depois.

Obrigada pela visita!

Postar um comentário