Vida e sensibilidade nas obras da artista plástica Karla de Lara

No final de semana fui dar uma volta no Liverpool para conferir as novidades da estação e me deparei com uma exposição da artista plástica mexicana Karla de Lara. Até então eu nunca tinha ouvido ou visto algum dos seus trabalhos. No momento em que olhei para os seus quadros, em especial o da Frida Kahlo e o do Salvador Dali, me encantei pelo seu trabalho. Os traços delicados e não bem definidos, as cores e misturadas, os detalhes, as formas geométricas e principalmente a textura das obras são de uma realidade e delicadeza infinita.

 
A partir daí voltei pra casa e busquei mais informações sobre a artista. Descobri e me surpreendi com o seu talento e sensibilidade que vai muito além da pintura. Karla é uma artista versátil que combina todas as expressões da arte: desenho, fotografia, pintura, escultura, poesia, artesanato e desenho de interiores. Eu adoro a arte, mas não sou uma exímia conhecedora do assunto. Procuro sempre olhar com outros olhos, abrir a mente e não julgar o que é belo ou não. Afinal para apreciar e ser tocado de alguma forma pela arte, basta estar livre de (pré) conceitos e aberto para isso. De qualquer forma, fiquei ali parada admirando a expressão daqueles quadros. Eu queria que a Frida fosse minha.

 

Karla nasceu em Guadalajara em 1971 e desde muito pequena começou a desenhar. Na adolescência iniciou seus estudos em fotografia durante as férias de verão no exterior e logo descobriu a sua primeira paixão. Depois de realizar alguns cursos avançados e experiências próprias ela viajou pelos países da Europa, Ásia e América, captando imagens das diferentes culturas encontradas. Importantes aquarelistas e artistas plásticos fizeram parte da sua formação em desenho. Interessante é que podemos encontrar a influência das cores, luzes e da fotografia em seus trabalhos. Há três décadas a artista e poeta trabalha com a forma, a cor e o ritmo, através da composições de formas geométricas sem desenhar a figura com máxima precisão. Karla iniciou seu trabalho no realismo e transita pelo impressionismo e surrealismo, onde seu trabalho conceitual é baseado.


O trabalho de desenho escultural de Lara se fixou na filosofia da evolução do ser para descobrir a sua poética. A força poética de seus desenhos surge através de mãos artesanais, cuidadosas, exigentes e de uma criatividade inata. Sua formação como artesã começou em sua própria oficina em Tonalá. Os desenhos para as esculturas e pinturas de Karla d` Lara respiram vitalidade, defendem e denunciam a vida. 


Matéria, cromatismo, formas e volumes diálogam com a argila, em um processo de transformação, que mostra em sua obra a existência da metáfora. Formalmente, concluiu seus estudos em Design Gráfico e Industrial, especializando-se em Belas Artes, correntes que moldaram suas tendências e a tem alimentado desde então.


Sua obra tem sido exibido nos principais fóruns Mexicanos, no Museu Nacional de Antropologia, na Itália, França, Alemanha, Espanha, Grécia, Líbano, Austrália, República Dominicana, Equador, Colômbia e os Estados Unidos é o parceiro comercial da prestigiosa Coleção Phillips. Hoje em dia Karla é considerada dentro do mundo das artes como uma das artistas com maior projeção artística e como a artista mexicana com mais exposições no exterior durante 2009, 2010 e 2011, ganhando o prêmio de Excelência na categoria de Móveis e Decoração de Interiores oferecido por HFN em 2011.
Assista ao vídeo e conheça um pouco mais sobre o trabalho dessa maravilhosa artista, vale a pena. É encantador conhecer e entender as motivações de um artista, seja ele qual for.

           

Obrigada pela visita!

Postar um comentário