Ladrinhos hidráulicos e talavera mexicana na decoração

Os ladrilhos hidráulicos estão na moda novamente, eles eram populares no Brasil nos anos 20, na época da imigração italiana e desde o século 19 adornavam os nobres palácios da Europa. Atualmente eles voltaram de forma repaginada, resgatados pela onda retrô, fazendo sucesso nos mais variados ambientes da casa, especialmente na cozinha. Eu sempre gostei das cores, dos desenhos e do mosaico criado pelos ladrilhos. Na viagem que fizemos para Guanajuato conhecemos muito do artesanato mexicano e ficamos encantados pela talavera, que se assemelha ao ladrilho, com a diferença que é feito de maneira artesanal e pintado a mão.
Produzido no centro do país e muito utilizado na época colonial, as talaveras estão por todas as partes: cozinha, paredes, fontes, piscinas, mesas, escadas, pisos e até mesmo decorando jardins. E esse mesmo tipo de pintura encontramos em copos, pratos, vasos, pias e onde mais a sua imaginação permitir.
Algumas das diversas estampas talaveras. A imagem do mexicano encostado no cactus é clássica.
Quando pensamos em reformar a nossa cozinha - coisa que não faremos mais devido aos altos orçamentos, tá mais barato fazer uma nova do que reformar - não tivemos dúvidas e imediatamente lembramos da talavera. Há algumas lojas em Monterrey que trabalham com esses azulejos e o mais bacana é que eles tem uma infinidade de desenhos e cores, o difícil é escolher a composição que mais combina com a sua cozinha. Inclusive você pode personalizar as peças com o seu próprio desenho. Como a nossa cozinha teria detalhes em vermelho, seguimos por essa linha e escolhemos várias estampas com outras cores porque queríamos um mosaico bem mexicano. E olha que não foi fácil chegar a uma decisão. O lugar escolhido para coloca-los foi na parede entre a bancada e os armários. Segue algumas fotos de como ficou uma das versões do projeto. Inclusive revestiríamos a mesa com os azulejos. Eu realmente me apaixonei por essa cozinha.
Projeto da arquiteta Karen Basso da Ecco Archi Studio.

Caso alguém tenha a oportunidade de encontrar essas talaveras é importante saber que por serem artesanais, nenhuma das peças é 100% igual à outra e alguns azulejos podem apresentar desníveis. Nada que não possa ser corrigido com o rejunte. A dica é: compre além da quantidade necessária para fazer uma seleção, lembrando que pela fragilidade alguns podem rachar durante o transporte. Se você não encontrar as talaveras, os ladrilhos hidráulicos são uma ótima alternativa e também são lindos. Dá uma olhada nos outros detalhes que são feitos com os azulejos coloridos.

 

Enquanto estávamos planejando a reforma encontrei várias imagens de ambientes que serviram de inspiração. Quem sabe você também não se anima à usa-los? Infelizmente ou felizmente, as minhas talaveras ficarão guardadas para a próxima cozinha, o importante é que são uma bela recordação do nosso período aqui no México.

 
 
 

Obrigada pela visita!

Postar um comentário